Follow by Email

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Preguiça de NATAL



Sei que a maioria das pessoas, assim acredito, amam Natal e tudo que vem junto até o dia 31/12.
Fui ao shopping trocar uma blusa e me estarreci com uma multidão olhando as renas, abraçando um papai Noel fundo e as luzes...ah as luzes!!!!! Pareciam estar vendo um milagre.
Eu com cara de perplexidade.
Não sou normal.
Não sei se a culpa é da minha família, que sempre entregou o ovo de páscoa com uma semana de antecedência e nunca brincou comigo a coisa de meias na janela no dia 24/12....
Sem falar que a ceia na minha casa, NUNCA aconteceu as 00hs....geralmente já tinhamos nos empaturrado de guloseimas com gosto de uva passa e afins, e estávamos dormindo.
Parece anticristão...mas não é de forma alguma. Acredito que a única coisa que sempre tivemos é a fé.
Então, por isso eu sofro da falta de sentimento Natalino.( vou culpar quem eu quiser).
Não vejo graça, confesso que sinto uma agonia que tem sabor de obrigação.
Mas de todos os sentimentos possíveis e entre os sete pecados capitais, o mais forte e perene é a preguiça.
Ultimamente a preguiça anda reinado....acordo e durmo com preguiça.
Cansada! São 365 dias trabalhando, correndo, analisando, juntando, esparramando, esperando, encontrando, perdendo, indignando e por aí vai.
Aí chega o finalzinho da fatia dos 365 dias, só quero curtir preguiça, é automático, quando vejo já estou mais lenta, pesada e amando minha cama como nunca amei.
Não deixo de pensar e cumprir as obrigações, só que a impressão que tenho é que estou com o dedinho pronto para apertar forte o pause.
Que isso não soe da pior forma possível, mas a vontade é comprar um livro tão bom quanto Cem anos de Solidão ou Eva Luna, entrar para meu casulo e esperar a virada sem minha presença.
Estarei abastecendo a alma, passando a mão na minha cabeça, cuidando das feridas e enaltecendo as vitórias. Muito mais justo que abraçar aquela Tia que não vejo há 10 anos, rir do amigo oculto que de oculto não tem nada (atualmente as famílias são cada vez menores), esperar as 00hs para abrir o presente que eu sei, muito bem, o que é. Pela falta de tempo todo o mundo já fala o que quer ganhar para facilitar a vida do outro, e para finalizar aquele matança de fome tão exacerbada que a impressão que tenho é que é o único dia que se come na vida.
Olha, me recuso...vou porque tem que ir....confesso que só o corpo está presente, porque a alma/essência acredita que Jesus Cristo nasce todos os dias em nossos corações, presente se dá sem data marcada e tia que não encontramos há 10 anos é parente que vai constar na árvore genealógica, só.
Para finalizar meu nome é preguiça e meu pedido para Papai Noel é:
Me deixa aqui com meus eus, morta de preguiça!
Que assim seja....FELIZ TODOS OS DIAS PARA NÓS!!!
BAL 2

About me


Sou de poucos, porém o suficiente. Os que são meus são tão caros quanto o ar que respiro. Capaz de colocar toda minha expectativa em um “simples” sorriso cúmplice ou um colo aconchegante.

Sou quase uma novela mexicana, tamanho o drama (virginiana) que faço, isso vem de uma intensidade que a vida me ensinou, mas quando o drama se faz necessário, desapareço, meu silêncio e sumiço é sinal de que algo está doendo. Sumo mesmo, acho meu sorriso lindo, para deixar á mostra meus grandes olhos inchados.

Se tem uma coisa que levo a sério é o humor, adoro rir de doer, acho sagrado!Um sorriso faz tudo tolerável, a vida tem que ser engraçada caso contrário pesa e acho que de peso já basta a rotina, pois então não me venha com metodologias, dá para ser leve!Sou critica demais, não se preocupe, a pessoa que mais critico sou eu....morro de me acabar, mas não se engane eu sei quem sou. Por sinal, aprendi a me amar muito, chego a ser egoísta, confesso.

Adoro ficar sozinha em casa, fazer almoço para mim e enquanto o fogo brinca com a comida , escrevo ou sonho....*Pelo amor de DEUS, não venha com o papo de que isso parece triste. Respeito sua opinião, mas eu adoro esse programa, pois quando quero, sei ser multidão, portanto não me julgue, se queres me irritar faça isso. Indignação para mim é ver alguém sentar no rabo e julgar a vida dos outros....cada um cada um com seu cada um. Já dizia meu Pai, que aliás em meu dicionário é o nome da saudade.Se não pedi conselho, não dê...Cuide da sua vida!

Odeio salto alto, amo pé no chão.

Sou desorientada pelos meus irmãos.

Louca de pedra por minha MÃE, tão amiga. Divirto quando ela solta com toda suavidade do mundo:- Ah não, minha filha, eu te avisei!rs

Não sei sublimar, todas as vezes que tento....hum, não dá certo, pois solto o DESABAFO na pior hora. Ressaca moral na certa....ai!

Amo mãos, talvez por ser reikiana e acreditar e saber de seus poderes.

Curiosidade é meu monstro. Vasculho igual detetive, e descubro.

Não consigo entender a mentira, fala a verdade e ganhará meu respeito, aliás do mundo. Minta e não que seja desprezo, mas piedade. Se quer, quer, isso é vital. Por que mentir!? Respira fundo e solta. Vai aliviar, acredite!

Meus amigos são minha casa.

Odeio meu aniversário, mas amo as festas surpresas.

Adoro receber carta, a tecnologia me tirou esse prazer.

Falo muito, nem sempre tenho razão, mas falo alto e rápido.

Amo água, adoro nadar, sou igual criança em uma piscina,mar ou rio.

Minhas olheiras? Como dizia a música, só escondo para colher amor.

Passei da fase de ir à busca, ando acreditando no acaso...Esse me fascina.

Acredito no amor/paixão como Pollyana e vou morrer assim, sou uma romântica muito prática, se é que isso existe.

Demoro a sair de algo, porém quando isso acontece é definitivo.Amo cozinhar, nem sempre acerto, mas continuo.

Tenho uma canina com nome de flor, que de tão minha,se parece comigo ( Margarida).

Sou doidinha por figuras de linguagem.

Música? Tem que me remeter algo....confesso que parei lá nos anos 80 e 90....

Dormir, para mim, é uma arte.

Tenho “medo” da minha intuição.

Gosto de verde e não de azul.

Amo flores e borboletas.

Unhas sempre vermelhas.

Gente para mim tem que ter cheiro, pele e sorrisos. Não ofereça menos que isso ou vou achar que é uma mensagem divina de Bill Gates ou Chico Xavier.

Adoro aprender, com meus alunos, se eles soubesses não pagariam mensalidade.Sou a ansiedade personificada.

Amo sorrisos.

Tenho um blog com codinome.

Acalento,diariamente, a saudade.

Adoro noites chuvosas.

Acho uma coisa de louco homem de óculos ( Freud explica).

Tenho pavor de gente ociosa.

Tenho bipolaridade musical.

Reverencio minha alma.

Bato palmas para o tempo.

Tenho uma fé em JesusCristo, inabalável.

Aturo meus defeitos.

Alimento meus vícios...

Vivo errando e acertando.

Sabe de uma coisa?

Sou igualzinha a você, as diferenças são os gostos e a conduta.
Bal 2