Follow by Email

sábado, 3 de julho de 2010

Filo= paixão/ Sofia= sabedoria ....


Geralmente recebo por e-mails as aulas que meus alunos vão querer principalmente as de filosofia, todo aluno odeia e nunca sabe explicar ao certo o que o professor avisou que vai cair na prova.
Hoje abri minha caixa de e-mails e lá estava:
Preciso urgente de uma aula de filosofia, página 124 á 129. Tem que ser com você!
Hsiahashyahgy ( despedida dos jovens de hoje...nunca entendi o significado, mas não contesto).
Ai pensei: lá vem: O que é moral? Ética? Platão? Conte?...
Bateu-me uma preguiça, embora toda a paixão que eu tenha pela filosofia e o prazer imensurável que tenho em ministrar essas aulas, bateu um desanimo... mas vamos lá...Tinha que ser eu.
Abri o livro na página indicada e lá estava: O que é Paixão e o que Amor
Foi inevitável o pensamento:
-Puts justo eu, nessa altura do campeonato?
Não que eu esteja descrente do amor e afins, muito pelo contrário nunca deixei de acreditar e almejá-lo cada vez mais, só entrei numa fase de stand by. ..para depois.
Esse depois pode ser amanhã, mas não era hoje!
Mas para minha surpresa foi uma delícia estudar esses dois sentimentos de uma forma tão técnica, mas todo esse tecnicismo durou pouco até eu ler a etimologia da palavra paixão: phatos = sofrer.
Desculpa se não estou contando nada de novo, e que fui a última avisada, mas achei fantástico!
Por que a paixão realmente dói, pois bagunça tudo, desequilibra todas as nossas crenças...e todos aqueles sintomas como ciúmes, insegurança, desespero são adjacentes desse sentimento e o melhor a paixão embora passageira, pode se transformar em amor, desde que passe por provas do nosso subconsciente...são duas: primeiro aceitação e depois a admiração. UHHHUUUUU então eu não estou tão exigente assim, talvez apenas filosofando.
O amor não bagunça nada, porque ele organiza a bagunça deixada pela paixão!
O mais interessante foi a aula, coloquei 4 alunos juntos e ( minha escola é de aulas individuais) pois o tempo era curto e o tema pedia.
Comecei a aula perguntando: tem alguém apaixonado por aqui?
A resposta veio em coro: Ah! Responde primeiro!!!!
Perdi quinze minutos (exagero) da aula pensando na resposta, mas fui direta:
- Eu sou uma apaixonada, mas não estou apaixonada por ninguém!
- Ah! Professora eu li em casa antes de chegar aqui o que era paixão, então posso dizer que você é uma sofredora?
(Totalmente lógico, ÔOOO meninada esperta!)
-Não, todos nós somos apaixonados, estamos sempre nos apegando e desapegando de algo, a paixão é o impulso de nossos anseios.
- Não entendi.
Sabia. (pensei).
- É assim, pense em algo que você quer muito?
Só uma aluna teve a coragem de responder:
-Eu quero ir a Europa no estilo mochilão! Mas eu não sofro com isso!
- Querida não leve tão ao pé da letra a palavra sofrer, na verdade você não sofre mas sempre que você pensa nesse sonho, alguma coisa inquieta dentro de você, não é? Perguntei ansiosa pela resposta.
- Sempre, penso que falta muito $$$ para realizar meu sonho e 2 anos para completar 18 anos, mas fico sonhando com as ruas de Amsterdã.
- Viu!? A paixão é isso, é algo que nos fadiga, nos deixa ansiosos, querendo que tudo aconteça logo! Mas não sabemos explicar o porquê.
_ Professora, e se eu não conseguir realizar essa paixão?
- Outras virão, pois somos movidos por desejos, confesso nem todos são realizados, os que são nem sempre tem a graça que tinha em nossos sonhos e alguns a gente nunca esquece!
Já estava cansando de falar de sonhos de viagem...queria falar de paixão de homem e mulher!
Por isso arrisquei:
-Acho que vocês entenderam um pouco da paixão, mas essa palavra nos remete a outra coisa, concordam?
- Sim professora, eu amo meu namorado, tem 2 meses que estou com ele e sou capaz de morrer caso me deixe!
(Ai, campo minado....essa moça tão bonita parece que caiu nas amarras da paixão).
- Por que acha mesmo que morreria se esse rapaz te largasse?
- Porque a vida perderia a graça!
Entendo, com meu primeiro namorado também jurei por DEUS que morreria se ele me abandonasse, e não morri. Pensei, não achei adequado comentar e acabar com todo esse exagero que a paixão é capaz de nos presentear,mas tive vontade de recitar Drummond:

“...O primeiro amor passou.
O segundo amor passou.
O terceiro amor passou.
Mas o coração continua...”

Mas a aula era de Filosofia e não de Literatura, mas juro que no último dia de aula não vou perder a chance de falar isso para ela.
- Querida, isso não é amor, isso é paixão, se pensas em morrer é por que não te faz tão bem assim. O amor ao contrário não faz doer por coisas imaginárias, por situações que talvez possam acontecer... O amor é firme, pode até doer, mas por causas fundadas.
- Como, por exemplo? Perguntou o único aluno que não abriu a boca, em nenhum instante.
- Como a morte. ( fui ao extremo, mas a aula estava acabando e precisava deixar claro a diferença entre esses dois sentimentos).
- Mas eu vou sofrer muito caso alguém que eu seja apaixonada morra.
- Tenho a plena certeza disso, tudo que morre em nossas vidas dói, só estou dando um exemplo de que a dor de amor é por fatos e o da paixão muitas vezes é ilusório, passam... Respondi com certa angustia na voz, esse papo todo estava me remetendo a todos os meus casos de amor ou paixão, sei lá...
- Você já amou professora?
Por que não encerrei a aula mais cedo, JESUS! (pensei, de novo)
- Não, se eu for tirar como base nessa nossa aula, Não. Mas já me apaixonei muito, e não me arrependo de nenhuma paixão minha, nem um ato...nadinha. Mas amo muita gente, só não encontrei o amor da minha vida, ainda!
- Ahhhh mas bonita assim vai encontrar logo!!! Todos riram e eu quase dei 3 mensalidades de graça para o aluno ...hahahahah!
- Eu sei! Respondi sem pensar, na verdade estou pensando agora: Será um sinal?
Mas queridos à aula acabou, espero que tenha ficado clara a diferença de uma coisa e outra e se eu puder dar um conselho para depois da prova.
- Manda!
- Não levem tão a sério o significado das palavras, vivam!
- O aluno que me chamou de bonita, retrucou: vale colar nessa vida?
- Não, vale apaixonar! Foi isso que quis dizer!
- Pelo fiscal da prova?
- kkkkkkkk ri muito e respondi: também!
A aula acabou e fiquei observando os meninos irem embora, pareciam mais leves!
É engraçado como falar de sentimentos, no caso Amor ou Paixão faz um bem danado, mas a resposta é óbvia: todos nós buscamos a mesma coisa: Amar ser amado e ser sempre um eterno apaixonado!

É claro que não descrevi a aula integra, são 90 minutos de aulas e muita teoria, aqui escrevi apenas alguns fragmentos que chamaram a minha atenção e fizeram ter a certeza de que AMO o que eu faço.

Beijos amáveis.



BAL2

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Isso sim é PARADOXO


AMOR VIRTUAL
Fabrício Carpinejar

Acredito em amor virtual. Não adianta se valer do ceticismo da carne e dizer que a distância engana, que as pessoas não se conhecem, que pode haver desfeita e desilusão. Acredito em amor virtual. Pois nada é mais expansivo e verdadeiro do que se conhecer pela linguagem. Nada é mais íntimo e pessoal do que se doar pela linguagem. Não serei convencido da frieza do relacionamento na web, da articulação de fachadas e pseudônimos, da ironia e dos subterfúgios denunciados nos chats. O que acontece na internet reproduz a vida com seus defeitos e virtudes, não se pode exagerar na desconfiança. O amor virtual é tão real quanto o sangue. Não preciso enxergar o sangue para verificar se ele corre. O amor virtual trabalha com a expectativa e a ansiedade. Como um teatro que se faz de improviso, com a ardência de ser aceito aos poucos, sem o temor e os avisos em falso do rosto. Na correspondência, há a esperança de ser amado e de entreter as dores. A esperança aceita tudo, transforma todo troco em investimento. Um gesto de redobrada atenção, uma resposta alentada, uma frase diferente, um cuidado excessivo, a cordialidade do eco e o amor se instala. Não há o julgamento pelas aparências (que se assemelha a uma execução sumária), mas o julgamento em função do que se imagina ser, do que se deseja, do que se acredita. São raros os momentos em que se pode fechar os olhos para adivinhar. Adivinhar é delicioso - é se dedicar com intensidade às impressões mais do que aos fatos. Alguns dirão que é alienação permanecer horas e horas teclando ou diante de uma câmera e do computador. Mas é envolvimento, amizade, compromisso. É pressentir o cheiro, formigar os ouvidos, seduzir devagar. Não conheço paixão que não ofereça mais do que foi pedido. Quem reclamava da ausência de preliminares deve comemorar o amor virtual? Nunca se teve tanta preliminar nas relações, rodeios, educação. Fica-se excitado por falar. Devolve-se à fala seu poder encantatório de persuadir. Afora o espaço democrático: um conversa e o outro responde. Findou o temporal de um perguntar para outro fingir que está ouvindo. No amor virtual, a linguagem é o corpo. Dar a linguagem é entregar o que se tem de mais valioso. É esquecer as roupas na corda para escutar a chuva. É recordar de memórias imprevistas como do tempo em que se ajudava à mãe a contornar com o garfo a massa do capeletti. Conversa-se da infância, dos fundos do pátio, do que ainda não se tinha noção, sem ficar ridículo ou catártico. Abre-se a guarda para olhares demorados nos próprios hábitos. A autocrítica se converte em humor; a compreensão, em cumplicidade. É uma distração para concentrar. Uma distração para dentro. Vive-se com mais clareza para contar e se narrar. Amor virtual é conhecer primeiro a letra, para depois conhecer a voz.
A letra é o quarto da voz.

Ahhhhhhh as diferenças


Percebi que temos novos seguidores. Fiquei imensamente feliz! Sejam todos bem vindos!

Já devem ter reparado que aqui existe a Bal 1 e a Bal 2. Somos amigas de verdade, alma, alegria, tristezas e palavras.

Somos imensamente diferentes, uma é a água, a outra o azeite, isso vai ficar óbvio nos posts, mas engana-se quem acha que não nos misturamos.

Mas não vim aqui hoje nos apresentar... foi só uma breve explicação desnecessária.

Quanto ao show, tirando a falta de organização e meu atraso, foi lindo! Claro que é para quem sabe entender as neologias e metáforas do Baleiro.

E é sobre isso que vou falar.

Um dia meu irmão 9 anos mais novo que eu, falou com toda a certeza que cabia em sua vida que a pior diferença que existia era a intelectual e cultural.

Não respondi, mas guardei para mim.

Por ser professora, achei um pouco preconceituoso da parte dele. Parece óbvio, já que eu vivo para ensinar e consequentemente tenho que estar sempre aprendendo.

Não nego que meus olhos brilham e alma se engrandece diante uma boa dialética, acho uma troca fantástica. A melhor "invenção" de Sócrates.

Desde criança eu amava ouvir Chico Buarque para interpretar....por aí vai!

Enfim, há 4 meses reencontrei um colega de sala de aula do meu ensino médio, ele sempre me achou a moça mais linda da escola e eu o achava meio heavy metal. Na época não deu liga, seguimos nossos caminhos e no carnaval desde ano de 2010 nos reencontramos e deu a liga do ano.

A química era tão fantástica, como se fossemos feitos para nos encaixar, que virou namoro de sofá... e etc.

Apresentei para os amigos, que olhavam, reparavam e sorriam amarelo.

Como boa virginiana que sou sempre perguntava a opinião e acabava com a mesma resposta:

- Legal!:/

Ele era uma ótima companhia, dono de um savoir affaire fantástico, e muito animado.

Mas percebia que nunca falávamos sério e que eu tinha que descer alguns degraus para ficar à altura.

Eu não estava apaixonada, na verdade estava adorando estar acompanhada, até que um dia ele chegou a minha casa sem avisar - eu estava com roupa de quem fica em casa: camiseta, short, cabelo para cima e chinelo... estou errada? - e cheio de gírias (de 10 palavras 6 eram gírias, eu tenho paúra de gírias, CARA!!!!!) soltou a pérola:

- Cara, mulher minha não fica em casa assim não!!!! Tem que viver de salto!

Eu não respondi, achei melhor.... já que eu já ia tirar a roupa mesmo.

Nunca mudei e essa foi minha resposta.

Aos poucos as graças eram as mesmas, um parágrafo nunca era completado e o assunto do happy hour era sobre sexo. Claro que ganhei o apelido de coroa.

Em um feriado prolongado reuni toda a turma e fomos passar o final de semana em uma chácara bem legal, ele percebeu a diferença cultural que nos dividia e numa sensibilidade leonina, pediu para que eu o ajudasse a ser mais culto.

Concordei, embora saiba que isso não existe. Tem coisa que vem de berço, é cultural.

Como é que eu faço para que uma pessoa que escuta Rebolation e ainda sabe a coreografia, passe a ler Lispector ou ao menos passe a ouvir Skank?

É a mesma coisa de pedir para eu fazer a dança da bicicletinha e agradecer a DEUS por estar aprendendo algo.

As coisas foram distanciando, o papo não fluía.... só os corpos se grudavam, mas eu já estava achando tão pouco para não dizer quase nada e ele estava percebendo.

Até que em uma crise existencial dele, me ligava só para manutenção e eu? Achava o suficiente. Dentro de mim já não era mais namorado, era qualquer coisa....um rótulo, uma invenção.

Em uma segunda feira ligou dizendo que precisávamos conversar e que às 22h30min passaria aqui, sem pestanejar respondi:

- Não vou esperar até as 22hs para terminar um namoro, sei que não começamos a namorar por telefone, mas não sou obrigada a escutar tudo aquilo que sempre é dito - Você é demais para mim-.

O motivo segundo ele, era que tinha ido a um culto evangélico e que o sermão da noite era: O QUE DEUS UNIU O HOMEM NÃO PODE SEPARAR! Portanto, iria tentar resgatar seu casamento fracassado!

Com toda a verdade do mundo desejei felicidades (tive pena) e ouvi a pergunta: - Você não vai gritar chorar... É essa sua reação?

Sim foi essa a minha reação.

Não sofri, nem chorei... JURO!

Só entendi que assim como misturar bebidas dá ressaca, misturar gente também dá.

Salve Matha Medeiros.

Cada um constrói a sua cultura, seus interesses, suas curiosidades isso é inerente para ser gente.

Eu quero mais, sou ávida por uma boa conversa, por uma boa música, por livros que fazem viajar...Menos que isso que me deixa pouca.

Sou louca por gente interessada e interessante. PELOAMORDEDEUS não pare nunca de aprender!

Nota do dia:

"O NOSSO AMOR A GENTE INVENTA PARA SE DISTRAIR E QUANDO ACABA A GENTE PENSA QUE ELE NUNCA EXISTIU." CAZUZA

Os: Todos os amigos juntos gritaram: GRAÇAS A DEUS e ao Pastor!!!!!


BAL 2

quarta-feira, 30 de junho de 2010

"Eu sou bem moça para tanta tristeza..."




A fase de crise passou...tinha que passar, porque não sou assim e se tem uma coisa que amo em mim é a minha ingenuidade perene que disfarça meus trinta e seis anos.

Sei que muita coisa precisa ser mudada, mas me recuso a crescer. Não quero perder a brincadeiras que fiz da vida rotineira. Não quero perder a ingenuidade e muito menos a fé.

No meio de uma conversa com DEUS, percebi que o problema era físico e não emocional: era ressaca! Pronto falei!

Essa coisa de comemorar com cerveja cada jogo....acabou comigo! Assisti o jogo de segunda com água, e o de sexta-feira (02/07) vou dilatar a pupila....achei seguro marcar esse exame para este dia. rsrsrsr

Hoje estou em paz, na paz que conheço muito bem. Feliz pelo reconhecimento de meu trabalho que pode até não me dar a estabilidade financeira que tanto preciso, mas estabiliza a alma com a certeza de se fazer o que se ama.

Quanto aos amores, estão no ar. Não vou soprar e nem trazer para mim....por hora.

Vou ao show do Zeca Baleiro, volto depois para contar.

BEIJOS

Bal2

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Síndrome de Peter Pan


Antes de qualquer coisa adorei seu post, amiga...de como entender os homens!

Só fica a pergunta para que entender?

Um dia desses me dei conta que sou quase tia avó...assim, ainda não! Mas do jeito que esses jovens são precoces, logo serei.

A palavra avó me soou como um tiro no estômago, falo estômago porque minha gastrite não me deixa lembrar de outra coisa que incomode tanto.

Foi aí que constatei minha síndrome de Peter Pan...gente eu preciso crescer!

De uma vez por todas preciso entender que vou fazer 36 anos e ainda não abandonei minhas fraldas.

Ahhhh hoje não consigo escrever....quando a cabeça está cheia o coração fica pequeno. Pode ser TPM...ou síndrome de uma segunda ociosa....ou pode ser a pura realidade mesmo.

Vou lavar as fraldas...aff.

BAL 2

domingo, 27 de junho de 2010

Tentando entender o homem – Parte I - By Bal 1







Segunda-feira – 19:00

_ Oi!

_ Oi!

_ Quanto tempo, vc anda sumida...

_ Nada, to sempre on line... Eu que não te vejo mais!

_ É dei uma sumida mesmo... Casei.

_ Mentira!!!!! Kkkkkkkk... Vc casado?!

_ É sério... Tô casado há 1 ano e 7 meses...

_ Então... Qual o nome da criança?! Kkkkkkkkk

_ Não, não temos filho ainda...

_ Vc casou por livre e espontânea vontade?!

_ Sim.

_ Casou com a aquela sua namorada antiga de anossss?!

_ Não...

_ Então casou com quem?!

_ Vc não conhece... Nem eu conhecia direito... Kkkkkk

_ E casou pq?!

_ Faço até hj essa mesma pergunta...

_ Bom, vou comer algo... Até mais!

_ Até mais!

- Ela está OFFLINE -



Bom... Essa é mais uma daquelas histórias que estamos carecas de escutar... Um rapaz começa a namorar uma moça lá pelos seus 14 anos de idade... Ficam juntos por anos e anos... E no final das contas ele termina com ela e casa com a que conhecer há menos de 3 meses... Hello?!

Pior é quando esse rapaz já foi um PA seu... E vc conhece bem o tipinho...

Segue o cortejo!!!!



Terça-feira – 20:30

_ Oi...

_ Oi...

_ Ta linda na foto!

_ Obrigada!

_ Ih... A patroa chegou... Beijos!

- Ele está OFFLINE –



Eu fico imaginando como deve ser viver se escondendo dentro de casa... Na época em que eu era casada, ainda não se fazia isso... Os computadores estavam chegando aos poucos... MSN??!!! Isso não existia... Existia ICQ... Que eu não tinha pra evitar fadiga em casa... Orkut?!!!! Nem sonhava em nascer... Twitter então... KKKkkkk... Se falasse essa palavra imaginariam que seria uma nova dança axé do futuro...

Então fico pensando principalmente no homem se escondendo... Pq mulher consegue disfarçar umas coisas melhor... Como o homem faz se está numa conversa quente e todo animadinho e a mulher chega?!

Ahhh... Queria ser um mosquitinho pra ver uma cena dessa... Kkkkkkk



Quarta-feira – 19:15

_ Oi, linda!

_ Oi...

_ Desculpa... Ontem tive que sair rápido pq a patroa chegou...

_ Vc tc com ela em casa?!

_ Não, ela tem aula à noite...

_ Ahhh... Por isso vc entra sempre nesse horário?! Kkkkkk

_ É sim... rs (emoticon com carinha de envergonhado)

_ Então ela nem sonha que vc fala com mulheres aqui, né?!

_ Nunca... Ela me mata se souber...

_ Hummm... Fica esperto com isso! Mulher quando quer descobre tudo!

_ Bate na madeira...rs... Então... Será que um dia desses a gente pode se ver?! Falar dos velhos tempos! Sempre gostei muito de vc!!

_ (Gostou mas tá casado com a outra...) Pois é...rs... Eu sou leve, livre e solta... Vc que não é!!! Hehehehe

_ Quem disse que não... Claro que sou... Só que tenho a liberdade em horas determinadas... Kkkkk

_ Aff... Não vale nada!

_ Não é sério... rs... Só pra conversar mesmo... Lembra quando a gente passava horas deitado no tapete da sua casa conversando?!

_ (Se lembro...) È... Lembro.

_ Então... A gente ria demais... Sinto saudade daquilo...

_ (Nem vem... Foram meses pra esquecer aquilo tudo depois que vc foi embora...) ... É... Deixa eu te falar... Tenho que tomar banho e comer algo... Depois a gente se fala..

_ Mas e aí?! Vai topar me encontrar?!

_ Depois a gente vê isso... Beijossssss

- Ela está OFFLINE -



Pq é sempre a mesma coisa?! Pq os homens não tentam mudar o roteiro?! Escrever uma história nova... ?! Alguma que não estejamos tão acostumadas?! Que não seja tão previsível... Pq eles se acham tão gostosões a ponto de acreditar que falando que tem um horário disponível pra gente, vai nos deixar soltando foguetes...?! Só pq nos comeram?! Mas nós os comemos tb... não tinha só um ali tirando vantagem... Será que eles nunca vão perder esse pensamento arcaico?! TER COMIDO UMA MULHER NÃO TE DÁ O DIREITO DE SE ACHAR O GOSTOSÃO... AFINAL, VC NÃO FOI O ÚNICO, PALHAÇO!!!



Quinta-feira – 21:20

_ Nossa pensei que vc não fosse entrar hj, já estava quase saindo...

_ Ué, seua mulher ainda não chegou?!

_ Não, nas quintas ela chega às 22... Mas tenho que buscá-la.

_ Ah... Entendi...

_ Posso te pedir uma coisa?!

_ Diga...

_ Deixa eu te ver... To com saudade do seu sorriso...

_ Nem pensar... Acabei de tomar banho... Tô descabelada... Sem maquiagem... E com uma camiseta velha rasgada...

_ Deve tá linda... Já te vi tantas vezes assim...

- Ele está te convidando para uma conversa em vídeo –

- Você recusou a chamada de vídeo –

_ Pq vc recusou, era a minha... Pra vc me ver...

_ Ahh... Pensei que fosse a minha...

- Ele está te convidando para uma conversa em vídeo –

- Você aceitou a chamada de vídeo –

_ E aí, mudei muito?!

_ (Nossa... O filho da mãe continua lindooo) Não muito... quase a mesma coisa... O mesmo sorriso...

_ Eu engordei um pouco...

_ (Nem dá pra perceber... Continua lindo!) Só um pouquinho... rs... Nossa quanto tempo!!! Vc ta com cara de homem agora... KKkkkk... quantos anos vc tinha naquela época?!

_ Hehehehehe... Acho que 21 ou 22... Agora tô com 29...

_ (E continua com cara de bebê... O tempo não é justo com as mulheres... Mas peralá... Se hj ele ta com 29... E eu com 37.... Aff... Nem quero fazer essas conta...) Já tem 29?!

_ Sim.. E vc ta com quantos?!

_ 32...

_ É nossa diferença nunca foi muito grande...

_ (Vc que pensa!)

_ Vc ainda mora no mesmo lugar?!

_ Não, mudei faz tempo!

_ Espera, telefone!

_ Ok...

_ A aula dela acabou, tenho que ir buscá-la...

_ Ok...

_ Beijos! Daqueles!

_ Bj

- Ele está OFFLINE –



Ele tinha cheiro de bebê... Chegava em casa de banho tomado... Cabelos ainda molhados. Ahhh.. Seus cabelos! Tão lisos... Caindo no rosto...

Costumava sempre trazer uma barra de chocolate branco (meu favorito), e um litro de coca-cola...

Deitava no chão da sala e ligava a tv... Se sentia em casa...

Tinha um beijo gostoso... Apavorado... Coisa de menino novo...

Costumava me chamar de professora, e eu fui...

Em quase tudo que ele sabe hj...

Ele era um ótimo aluno...

Seguia religiosamente meus ensinamentos... Passo a passo!

E me fazia rir muito quando no meio de tudo parava e me perguntava: “Tá certo?! Tá bom assim?!”

Era um bebê...Mal sabia ele que eu era tão apaixonada...



Sexta-feira – 19:00

_ Oi, minha linda!

_ Oi, meu querido!

_ Entrou cedo hj...

_ Cheguei mais cedo em casa...

_ Tava louco pra vc entrar...

_ É?! Pq?!

_ Sonhei com vc essa noite...

_ Sério?! Rsss... E como foi?!

_ Ahhh.. Foi igualzinho aquela época... E foi muito gostoso... Tive que levantar e ir tomar banho pra outra não perceber...

_ Nossa...rs Então a coisa foi boa...rs

_ Eu preciso te ver... Não to aguentando mais...

_ Olha... Isso não vai rolar...

_ Pq não?!

_ Pq vc ta casado... E eu não quero encrenca pra meu lado...

_ Ah, não vai ter encrenca... Ela nem pode reclamar vc veio antes...

_ Eu não to lendo isso...

_ É sério... Vc não sabe como eu fico quando falo com vc... quer ver?!

_ (Pq homem gosta tanto de mostrar suas partes na câmera?!) Não, obrigada!

_ Não quer ver?!

_ Não...

_ Pq não?!

_ Pq deveria querer?! Eu lembro muito bem de como é... kkkkkkkkkkkk

_ Não ta diferente... Eu operei da fimose...

_ (Oiiiiiiii... Eu nem sabia que ele tinha fimose...)

_ Agora ta muito melhor...

_ É mesmo?! Bom pra vcs dois!

_ Pra nós dois?!

_ Sim, pra vc e pra sua ESPOSA!

_ Ahhh... Vc ta me tirando... Fui...

- Ele está OFFLINE –



É o seguinte... Vou contar uma coisinha aqui para os homens de plantão... Homens e mulheres funcionam de maneira diferente... Enquanto vcs morrem de tesão na frente do computador vendo uma bunda, um peito ou muito mais que isso... A mulher morre de tesão quando o homem sabe instigá-la com palavras... Faze-la se sentir sexy... Desejada...

Mostrar um pinto na câmera não é, nem nunca foi, maneira de ascender uma mulher...

Fica a dica!

Como é de esperar no sábado ele não aparece. É dia de fazer a social com a esposa... Leva-la para um cineminha e depois jantar. É muito comum ver esses casais no sábado à noite. Eles chegam, pedem o cardápio para o garçom... Cada um faz sua escolha... Geralmente pratos totalmente diferentes e bebidas mais ainda... Então cruzam os braços, ou apóiam seus queixos nas mãos cruzadas... Olham para a direita e para esquerda, mas nunca para frente... Para não ter que cruzar o olhar com sua companheira (o) e ter que então puxar algum assunto. Quando a comida chega, comem apavoradamente, como se estivessem passando fome, que é para aquela tortura acabar logo... Pedem a conta... A mulher checa se cobraram correto, pq achou muito caro... O homem sem paciência entrega o cartão de crédito para o garçom. E depois da conta paga... Os dois se levantam e caminham lado a lado até o carro sem trocar uma palavra... Sem tocar um no outro! Pronto! Resistiram a mais um sábado!



Domingo – 15:30

_ Oi...

_ Ué.. Vc aqui a esta hora?!

_ Patroa tá na casa da mãe...

Aqui vou ter que fazer um adentro... Eu não sei quantas mil vezes eu já ouvi essa frase: “... Ela tá casa da mãe!”... Se todas as mulheres casadas soubessem a freqüência com que isso acontece, NUNCA MAIS VISITARIAM SUAS MÃES!!!!

_ E vc tá sozinha?!

_ Tô sim...

_ Posso ir aí?!

_ Tá louco?! E se sua mulher chega e vc não ta em casa?!

_ Ela sempre volta lá pelas 17:00...

Aqui tb vou ter que manifestar minha indignação... Façam a conta... São 15:35... Até chegar aqui no mínimo 15:50... Até encontrar uma estacionamento aqui perto... 16:00... e se a esposa chega às 17, ele teria que sair daqui no mínimo às 16:30... O que sobra exatamente meia hora aqui... E é isso... É o tempo que um homem precisa para trair sua mulher... Portanto vai minha dica paras as mulheres que ainda se preocupam se o marido te trai ou não: NÃO SE PREOCUPEM... ESQUEÇAM ISSO! APROVEITEM A VIDA! PQ ELES PODEM ESTAR TE TRAINDO DURANTE O TEMPO QUE VC FAZ COMPRA NO SUPERMERCADO, VAI AO SALÃO, VISITA A MÃE, FAZ AQUELA PÓS TÃO DESEJADA OU SIMPLESMENTE ENQUANTO ESTÁ AQUI SENTADA LENDO ESSE TEXTO... ELES SÃO NINJAS!!!!!

_ Me passa o endereço...

_ Não... Hj não tô legal.. Tô com dor de garganta... Mô mals mesmo!!!!

_ Ah.. então Ta!

- Ele está OFFLINE –



Domingo – 16:20

_Na quinta ela vai viajar, o que vc acha?!!!!

- Ela pôs fogo o computador OFFLINE ETERNO -




AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH... VAI A MERDAAAA!!!!!




Nota do dia: Não me casar novamente!



Beijos cibernéticos!!!



BAL 1

terça-feira, 15 de junho de 2010

A Copa do Mundo... by Bal1


Gente!!!!!

Tô purpurina fluorescente de perceber a quanto tempo não apareço por aqui!!!

Mais de um ano...

E tanta coisa mudou nesse ano... Tanta vida passou...

Mas hj não será o dia do flashback dos melhores momentos desse um ano...rs... Hj quero falar de COPA DO MUNDO!

Então... Aí está... There we GO again!!!

E é impossível falar de copa do mundo sem falar da agonia latente que tenho ao patriotismo exacerbado desses tempos.

Tudo... Exatamente tudo está verde e amarelo!

Hj acordei como um dia qualquer... O relógio despertou às 06:00... Apertei o “soneca” por três vezes... Levantei às 06:15 (até hj não entendo o pq de não colocar o relógio para despertar efetivamente às 06:15... Mas vai saber! Coisa de gente louca!). Minha filha falou o tradicional: “Bença, mãe! Tô atrasada!”... Fui até a cozinha... Peguei um Todynho, liguei a TV no GNT... Assisti mais um episódio do Reality onde estão escolhendo o um astro mirim (Ok... Não precisa falar nada... Entenda que de manhã eu não penso direito...). E como faço toda manhã após esse ritual abri a janela pra vida entrar... NÃO IMAGINAM MEU SUSTO!!!! TUDO...EXATAMENTE TUDO ESTAVA VERDE AMARELO! Todas as janelas, sacadas, pessoas andando na rua... A corneta... Oops... Agora não é mais corneta é Vuvuzela (Que porra de nome é esse?!), começou às 6 da matina...

Após me recuperar do susto, fechei a janela e voltei à minha rotina... Banho, escolha de roupa (Não... Eu não vesti uma camisa do Brasil... Muito menos coloquei aquele vestidinho amarelo ouro que está guardado no baú do esquecimento)... E tudo parecia ter voltado ao normal... Até que... Desço do meu 12º andar e me deparo com o porteiro que com todos seus 33 dentes à mostra diz: “Bom dia!!! É hj hein?!”...

WHATTA HELL!!!

É hj hein, o que?!!!!!!!!!!

- Que eu to aqui acordando às 6 da matina pra ir trabalhar?!

- Que a minha conta de energia continua atrasada e a grana mais uma vez não deu?!

- Que mais um dia saí olhando para todos os lados esperando ver a chegada do príncipe no cavalo branco e nem sapo pulou na minha frente?!


AHHHHHHHHHHH... É hj?!?!!!!


Mas tentei manter a boa educação que vovó me deu... Dei um sorrisinho amarelo e segui meu caminho...


Na rua os carros buzinavam enlouquecidamente (Detalhe: Estamos falando de 07:30 da madrugada!!!!)... Muitos deles vestidos com a bandeira do Brasil...


Pelamordedeusssss!!! Se vc tem carro, NÃO VISTA SEU CARRO COM A BANDEIRA!!!! Nada mais brega!!!!!!!!


Mesmo assim tentei manter meu bom humor...


Chegando no meu querido trabalho, pensei ter errado de empresa... Tava tudo colorido com as cores do Brasil... Fiquei então pensando pq não liberam verba pra festa de final de ano... Uma bolinha colorida que seja... Nada... Ahhhh... Mas é a copa!!!! Tinha esquecido, sorry!!!!

Todos... Não... Não vou exagerar... 98% da empresa com camisa da seleção... E eu pra variar fazendo parte da minoria de 2% que estava apenas interessada em ser dispensada mais cedo e tirar o salto que a essa altura já estava me matando...


Quando então começo a receber centenas de e-mail... É que decidiram fazer um bolão virtual do resultado o jogo... E ali mandavam os mais variados placares, todos a favor do Brasil, of course... Juro que neste momento meus dedinhos coçaram pra escrever qual minha verdadeira opinião sobre aquilo... Mas... Mais uma vez me contive...

Respira...

Respira...

Respira...

Até que...


Chegou a hora tão esperada... O relógio apontou 13:00... E pela primeira vez vi a empresa esvaziar em 5 segundos...

Todos perguntando: “Onde vc vai assistir a copa?!” ... E eu bem reticente em responder... Será que me achariam muito estranha se eu respondesse que em lugar algum?! ... Melhor não... Sou nova lá... E ainda preciso fazer de conta que sou perfeitamente sociável... Então soltei: “Vou assistir em casa!” E a pergunta seguinte foi inevitável: “Vai assistir sozinha?!”


Pera lá...


Onde é que está o manual de conduta durante a copa?!


Lá tá escrito que vc não pode assistir em casa e sozinha?!


Já me custou arrumar essa resposta... Dá pra aceitar meu esforço, pelo menos?!!!!!


O retorno pra casa foi uma ofensa à minha curta paciência... Congestionamentos... Gente gritando: BRASILLLLLL!... E por um segundo cheguei a pensar que o jogo já tivesse acabado e o Brasil tivesse ganho de 23 x 0, tamanha a felicidade do povo!!!!


Agora cá estou diante do pc, ouvindo Lady Gaga no último volume, pra ver se abafa o som das vuvuzelas irritantes vindas de todos o prédios que me cercam...


Opa... Começaram os fogos... Acho que deve estar pra começar...


Todos calaram...


Terá sido suicídio coletivo?!


Medo...


Nem preciso dizer que não vou assistir... Tenho vizinhos bastante eficazes em me manter informada do que está acontecendo...


Depois volto pra contar como isso terminou...


Nota do dia: NO MEIO DO CAMINHO TINHA UMA COPA!!!!!!


Beijos patrióticos!


DALE BRASIL!!!! (Aff... Acho que isso pega!)


Bal1


Ps: Bal 2... É sempre ótimo falar com vc!!!!! Salve o Infity!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkk