Follow by Email

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Tim-Tim


“Tem dias que a gente se sente, como quem partiu ou morreu...”
É essa é minha frase de retorno...
E retorno assim... Meia boca...
Precisava desse espaço hj como preciso do ar que respiro...
E se me perguntarem o que está acontecendo...Eu só sei dizer: não sei.
Esperei por um amor a vida toda... E agora?! O que faço com ele?!
O que faço com as pessoas que nos tornamos?!
Quando vejo seu rosto volto a 20 anos atrás... Adolesço... E vem um sentimento gostoso... Uma coisa meio que de filme...
Trocamos juras... Juras que nunca foram feitas por ele... E que agora tenho o prazer de escutar... Sorver cada palavra de carinho... Como se fosse um débito de afeto que tenho guardado...
Mas ai vem a realidade... Quem somos hj?!
Definitivamente não somos os mesmos...
Tornamos-nos adultos, e com essa transformação vieram tantas outras... É aquela coisa tipo: “Eu não caibo mais na roupa que eu cabia”... E vc olha no espelho, e não é mais o mesmo...
Esse resgate me parece incoerente... Em vão... Pq O TEMPO NÃO VOLTA ATRÁS!!!
Estamos fingindo pra quem?!
A porra da Urgência de Afeto tilinta aos ouvidos de quem não encontrou sua outra metade... Ou se encontrou... Deixou escapar... Deixou que o tempo te reconstruísse... E nessa reconstrução perde-se pedaços irrecuperáveis.
Quem eu era... Eu não sou mais... Não há a menor possibilidade de resgatar aquela menina 14, 15, 16, 17... Ela simplesmente não existe mais.
E não sei se a dor hj é por saber que tratasse de um amor impossível pois ambas as partes já não existem... Ou se é por ter que aceitar que aquela menina não existe mais.
Descobri hj que a pior despedida que se pode ter... É se despedir de vc mesma...
Por hora fico aqui quietinha... Esperando que as palavras que tem que ser ditas não tenham que sair da minha boca...
Sim, sou covarde.
Por hj fico cá, com essa tristeza... Queria uma vida emprestada... Ou, no mínimo...Um dia pronto amanhã.
E como diz minha amiga, Bal2: “Sempre existe um último drinque”.
Descobri hj que esse drinque foi servido... Basta fazer o brinde... E seguirmos nossas vidas!

Beijos de despedida!!

Bal1
Ps: Welcome to my life...

Um comentário:

Natalia disse...

A menina de anos atras pode nao voltar a estar dentro de vc com todas as caracteristas mais as vezes nega, vc pode tentar se apegar a alguns gestos e atitudes e com isso poderá ser ajudada de alguma forma!Quem sou eu pra falar isso?? rs Ahh nao custa tentar se apegar a algo que te trazia algo especial!Bjos e mais bjos