Follow by Email

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Porque o belo pode te eleger


Não estava gostando do que estava vendo no espelho.
Uma legião de cabelos brancos, unhas sem fazer, sobrancelhas desalinhadas, depilação atrasada, muita olheira e a auto-estima lá no pé.
Ou seja, a mulher de neandertal era eu.
E parece que quando mais deixamos para depois, mais para depois fica.
(Será que isso é geral, ou só acontece comigo?).
Não tive escolha, ou aprenderia a falar Uga-uga, ou minha salvação seria uma internação no salão de beleza.
Aí morava o problema, segunda-feira nenhum salão de beleza abre, liguei em todos e nada.
Já estava balbuziando ug...quando o B.H.L entra on line e já começa o papo assim:
- Mulher linda do sorriso radiante, tudo bem?
Tive uma enorme vontade de responder que não, até porque a feiura estava instalada em mim, que de lindo talvez a alma e o sorriso estava insosso por causa da auto-estima.
Não respondi, agradeci e continuei a saga por um salão de beleza. Niente!
Confesso que nunca fui muito vaidosa, daquelas pessoas que vivem prisioneiras da vaidade e que o espelho e elas são quase a mesma coisa, admiro.
Sou básica, só um pouco neurótica com as unhas e se escondo minhas olheiras é para colher amor, já dizia o poeta ou a poeta não sei.
Tanto que quando resolvo maquiar para dar aula, todos os alunos perguntam se vou para alguma festa, isso pode ser 13 horas da tarde.
Agora se eu não estiver com as unhas vermelhas e decotes, ah é certa a pergunta: Você está bem?
Não tenho muita liberdade de estilo, tem dias que a gente acorda para calça jeans, camiseta e tênis, e tem dias que sem um scarpin não dá para sair.
Mas acho que sou tão fiel ao meu estilo que já virou marca registrada.
Hoje sai muito cedo da escola, por onde pisei olhava se tinha qualquer coisa de beleza aberta, serviria até uma barbearia...rsrsr.
Depois de tomar a maior chuva, o que piorou muito o estado calamitoso do meu cabelo, cheguei em casa e nem olhei para cama, se não seria seduzida por ela e acabaria encontrando-me com Morfeu e acordaria tão cavernosa que acenderia meu cigarro com pedras.
Fui logo preparando a mistura da tinta, esquentando a cera depilatória,escolhendo o esmalte mais vermelho, e me armando com a pinça .
Enquanto a tinta agia, tirava o excesso das sobrancelhas e xingava até a última geração de quem inventou essa coisa de sombrancelhas limpinhas, ai como dói!
Passei um gelo para não inchar e ainda faltando 20 minutos para tinta terminar de cobrir os sinais do tempo, tirei cutículas e lixei unhas, tirei a tinta passei um creme mega extra plus restaurador nos cabelos e fui depilar-me...pqp, é um inferno essa dor, mas minha vontade de acabar com minha fase horrorosa era tanta, que meus gritos eram de dor e alívio, acabado a tortura veio a melhor parte: pintar as unhas,amo fazer isso, desligo do mundo, é uma terapia, claro vermelho sangue.
Lavei os cabelos, fiz escova, passei o hidratante mais cheiroso do universo e demorei a me reconhecer no espelho.hahahah
Nem preciso dizer o quanto minha auto-estima se elevou.
Precisei de 2 horas para fazer cabelo, barba e bigode..como dizem por aí.
Estou ótima!
Bati um papo delicioso com B.H.L, que confesso que já estava com saudade ( já está na hora de contar tim-tim por tim-tim essa história para vocês, prometo fazer isso em breve).
Pedi uma pizza que deve estar para chegar, arrumei meu quarto como de uma princesa, é assim que estou me sentindo ( só falta o príncipe)...hehehe .
Estou aqui certa de que para tudo tem um jeito, sei que essa generalização pode parecer muito estranha, mas falo das coisas que estão ao nosso alcance.
Muitas vezes nada melhor que alguém que faça tudo por nós, no meu caso amaria alguém puxando os fios, misturando tinta, tirando cutículas e etc...enquanto eu lia uma revista de celebridades e tomava um cappucino. Mas eu mesma fiz e confesso que além de ter feito uma puta economia, estou me sentindo ótima.
Se eu soubesse que era tão simples, não teria passado a tarde escondendo as mãos,
com cara de cachorro que caiu da mudança e teria conversado mais com o B.H.L. AFF
É isso...se você estiver aí descabelada lendo essa postagem levanta daí, passe a mão numa escova, e vai arrumar essa cara mulher. Se faça bela, deixe o belo te eleger pelo menos até o próximo fio desobediente aparecer.
A pizza chegou....



Beijos Lindos.

Bal 2

3 comentários:

Natalia disse...

Rs...
Eu pensei: Vou entrar mais elas com certeza nao vou ter postado nada!
E para a minha surpresa... Aqui esta mais um texto!Aiii como é bom ler isso aqui.
Já vou começar a fazer as minhas unhas e a depilação eu deixo pra mais tarde né?!heheehe Afinal nao preciso me preocupar ate o "cataporinha" voltar pra casa.
Amo

Anônimo disse...

Descobri você no Recanto das Letras.
Fiquei encantado com a forma com que você trata a vida.

Parabéns!
Fernando Ferrarino

Diario de duas Balzaquianas disse...

Obrigad pelo carinho!!!
Fernando, trato a vida como ela me trata eseja bem vindo!
Nat, adoooooooooooro você!


Bal 2