Follow by Email

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Terça-feira das Bals "apaixonadas"






Bal 1 esta de cama e sem internet por isso sumiu.
Eu não estou de cama e tenho internet, por isso não saio daqui.

( Muita atenção para as aspas).

Bal 1 “ama’ um homem que atende a todos os requisitos exigidos por ela, mas ele acha que ama uma menininha do nome impronunciável.
Eu ‘amo’ um homem enorme que também atende a todos os requisitos exigidos por mim, mas ele tem uma namorada que ele sabe que não ama e que tem um nome muito comum para o meu gosto.
Bal1 convalescendo de sua minúscula enfermidade recebe a ligação do homem que ela tanto
"ama", que ligou para contar que bateu o carro e estava lavando roupa, minha amiga quase voltou para o hospital e pediu internação vitalícia.
Meu bonequinho Msn mal termina de girar, e o homem que “amo” já digita: Olá!!!!

Conta que descobriram uma nova praga nas plantações de sei lá o que, que está administrando bem as coisas do coração, mas não suporta mais a solidão e que anda pensando no caso de termos o nosso filho, quase fui á maternidade reservar o quarto.
(um dia perguntei se ele não queria ter um filho comigo, ele levou mais a sério que eu).
Bal1 pegou o telefone e me ligou.
Eu atendi.
Falamos de tudo e claro não chegamos a nenhuma conclusão....é incrível como a dialética é uma constante entre os amigas.
Embora as duas saibam de cór de salteado a conclusão das coisas, sempre optamos por fazer de conta que a conclusão não está completa e por isso sempre florimos um pouco mais.
Qual é conclusão?
Tenho duas, estão vendo.
A primeira eles não querem e ponto final.
A segunda, medo.
Medo de se envolver, medo de perder a psicóloga de plantão ( as duas tem vocação para isso), medo de não conseguir domar as feras que parecemos ser, medo de machucar, medo de assumir o que já sente ou pode vir a sentir, MEDO DE SER FELIZ!!!
E por que nós duas ainda insistimos nesses dois medrosos ou insensíveis ( isso vai depender da conclusão que for mais convincente para você)?
Simples, porque é difícil!
Se fosse fácil perderia a graça, pois não sei quem foi que nos falou que para sermos felizes temos que guerrear, não lembro de nenhuma conversa em minha infância que incluía esse conselho, e tenho a plena certeza que bal 1 também não tem isso registrado em sua memória.
Posso passar a noite inteira aqui tentando entender esses amores digna de um trecho de a “Quadrilha” de Drumond, que não chegaria a lugar algum.

Pois cada um sabe por que ama, porque deseja, porque se apaixonou...e quem sou eu para julgar?

Até por que sou a favor de qualquer tipo de amor, amor platônico, de pele, fraterno...seja qual for, parto da premissa de Milton Nascimento:
“ Qualquer maneira de amor vale a pena, qualquer maneira de amor vale amar.”
Agora tem uma coisa que não estou entendendo, o que a Bal 1 tem haver com a trouxa de roupa que está sendo lavada e eu com a praga que está matando as plantações de sei lá o que?
Qual foi a parte de que eu te adoro, mas eu me amo que esses dois não entenderam?
Ou será que nós esquecemos de explicar?
Vou responder por mm: eu não expliquei, tanto que amanhã vou sair ao encontro do "meu amor” e sou capaz de passar a noite ouvindo sobre a praga agrícola do século e ainda fazer cara de entendida.
Posso estar enganada, mas acho que Bal 1 torceria uma trouxa de roupas fácil.
AHHHHHHHHH! Vai entender! Por que sinceramente eu não vou!

Aliás vou conversar com ele que acabou de entrar no MSN..mas antes vou fazer uma pesquisa no Google sobre a última geração de pesticida lançada no mercado.....ahahahahahah.
Enquanto isso Bal 1 deve estar assistindo Legalmente Loira 2. Sugestivo!rsrsrsr
(desculpa amiga).

Boa Noite!
Bal 2.

4 comentários:

Natalia disse...

E eu sou obrigada a me divertir as custas de voces...
hehehehe
Hoje tive a conversa mais madura e sensata de toda a minha vida!
Estou sentindo que a criançinha esta virando mulher... (pera ai, isso aqui é pra recado nao é diario nao... rs)
Bom eu acho sinceramente que as duas tem que perder o medo de tudo e ficar com as pragas e com as roupas e até com os pedaços do carro junto... rs...
Meninas ACORDEM...
Arrisquem para serem felizes...
O que eu to falando né?
As vezes é pra arriscar qual o amaciante ele iria usar ou até mesmo qual a maior de todas as pestes que aparecerao por lá na Embra...
rs
Ainda vou rir muito das historias e dos novos amores dessas duas aqui...
EU PASSO MAU COM VOCES (olha a burra é mal com L ou com U? Sempre confundo)rs
Burra nao bobagem...
Isso porque esta formando em jornalismo.
Mais tem gente pior que eu viu, hoje uma "coleguinha" de sala soltou uma perola...
"... Homem págem..." ao invez de Home Page
Boa né?!
rs
PERCEBERAM BAL'S... RS Eu adora uma reticências... kkkkkkk
Se cuidem e nao deixem isso aqui por nada desse mundo...

Anônimo disse...

é adoro... escrevi errado
kkkk

Anônimo disse...

Nat,
Nós arriscamos, os dois que não estão arrisacndo a SORTE.
Pois vamos combinar que bal 1 e eu somos o Trevo da sorte!hehehehe.
Mal(bem) e não mau(bom)...
Adoro te e mais uma vez obrigada!
Bal 2

Bal1 disse...

(Rindo muito, amiga...)

Ah, se eu não lavaria 3 tanques de roupa e ainda colocaria para "quarar"...kkkkkk

Mas a coisa é difícil...

Querida Nat, se dependesse da gente tudo já teria SE RESOLVIDO...

Beijos!!!!!!!!