Follow by Email

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Só para contar como foi meu dia


Hoje aqui na minha terra é feriado!
Ao contrário da Bal 1, pude dormir até tarde e não concordo que a noite tenha sido ruim...achei ótima! Tudo bem não foi lucrativa no sentido de romance, mas dancei, ri muito, conheci pessoas esquisitas, fui vista, mas quis ser notada (não quis) e chegamos (bal 1 e eu) a muitas conclusões (vide postagem Sou pouco velha.).
Vim aqui só para contar o meu dia.
Vou explicar tim-tim por tim-tim, bem do início ( só porque estou meio para logo, acho que todo mundo esta também):
Acordei e para minha plenitude nem sinal de ressaca, coloquei uma roupa e fui fazer o supermercado do mês... Na verdade não tinha em mente os itens básicos para o funcionamento de uma casa, como arroz,feijão,açúcar etc...tanto que cheguei ao supermercado e corri para sessão de higiene pessoal, enquanto minha irmã fazia o básico eu vagava entre sabonetes, xampus, hidratantes e afins. Comprei muito além do necessário as coisas que precisava para um banho delicioso!
Quando cheguei em casa e fui abrir as embalagens que me dei conta que tudo que comprei tina motivos infantis...tipo: sabonete para pele de bebe, xampu para os primeiros cachinhos, hidratante para peles delicadas...quase me perguntei onde tinha ficado sacola com as fraldas. ( será que isso tem haver com a não aceitação do estár pouco velha?)
Tomei um banho tão demorado, e tão cheirosinho e como a minha cabeça não para nem no feriado, comecei a me perguntar enquanto esfregava a bucha com a carinha do Ursinho Poof com muita fúria na minha pele:
- Por que estou me limpando tanto?
Foi quando me lembrei que é sempre assim quando passo por uma noitada, parece que meu subconsciente clama por uma limpeza, é como se eu quisesse tirar do meu corpo a sensação de invasão que uma boate me causa.
Calma, vou explicar essa parte da boate e a invasão, adoro ir a boates, mas tenho a sensação que é um lugar onde todas as energias se misturam que todo mundo invade todo mundo mesmo sem o seu consentimento... Deu para entender?
Não? Ah! Então esquece.
Só depois do meu banho com cheirinho de bebezinhabunitinhadamamãe, e colocar uma camisolinha com motivos angelicais, foi que me senti inteira. Deve ter uma explicação cientifica para isso!!!
Limpei meu quarto, acendi um incenso e fui almoçar, comi 3 pedaços de lasanha, e fui para cama...não conseguia dormir, voltei e comi mais um pedaço de lasanha com um copaço de coca, voltei para cama, dormi uma horinha acordei e fui de novo no tabuleiro da lasanha mais dois pedacinhos...nisso meu cheirinho de neném já tinha evaporado a horas, e voltei para cama para ouvir a chuva que depois de 3 meses resolveu dar sinal de graça, foi quando o bebezão esfomeado aqui começa a suar frio.
Levantei, acendi um cigarro (totalmente contra indicado, mas adianta falar?) e pronto as coisas começaram a ficar escuras. Chamei minha irmã, e ela me perguntando:
- O que você está sentindo?
- Não sei, sei que ruim! (óbvia não?)
Foi quando resolvi ir a cozinha beber uma água, e dei de cara com o resto da lasanha e com a resposta.
Passei tão mal, mas tão mal! Que só agora comecei a coordenar minhas idéias e constatado que eu queria tanto um feriado chuvoso e ocioso, que quis fazer tudo exageradamente.
Gente, eu não passo fome, muito pelo contrario sou magra de ruim.
Tomo banho todo santo dia! (AHHHHHHHHHHH)
Então para que tanto desespero?
O feriado teria sido muito mais divertido se tivesse feito tudo com moderação, tudo bem o banho foi ótimo, já estou até pensando na colônia Soninho de Bebê que vou passar para dormir, mas a lasanha....ARGHT!
Fiquei on line conversando com a Bal, li alguns blogs, pesquisei sobre a aula de filosofia que vou dar amanhã, falei com o B.H.L. o mesmo papo de sempre, e agora estou aqui completamente sem sono e com uma preguiça de começar a semana na quinta-feira.
Deveria ter comprado um calmantinho natural para crianças comilonas e insones...
Já que não comprei, vou tomar um banho quentinho, e deitar.
Mas essa postagem aqui,mesmo com toda minha insanidade lúdica, foi só para falar algo muito importante a meu respeito: amo as coisas simples da vida, mas não estou sabendo “comer mais pouco”( essa frase, o erro ortográfico é proposital, sempre foi dita pelo meu AMADO PAI quando ele percebia que havia um exagero nas coisa:

- Minha filha, come mais pouco!( Ôoooo Saudade!)
Hoje eu esqueci desse conselho, e acreditei que esse seria o último dia OFF de minha vida ( por pouco não foi, mais um pedacinho de lasanha não estaria mais entre os mortais) e quis fazer tudo com tanta intensidade que agora estou enjoada.
Da próxima vez bóra comer mais pouco!

Um cheirinho de gugut...
Bal 2

Nenhum comentário: